Número total de visualizações de página

sábado, 24 de junho de 2017

Aquele dia

Aquele dia

Espero-te,
numa flor de perfume a saudade
Sois pétalas de vontade
de um amor que jamais
Espero-te,
num perfume que nos sonhos embalais
Saudades daquele dia,
pois só saudades me dais
Sabendo que a saudade
jamais acabaria
De me interrogar na nostalgia
Neste coração permanente
De uma saudade de amor,
igual à saudade de toda a gente!
Igual à saudade de uma flor


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.